19-10-2017 | Africa , Asia & Pacific , Middle East , Europe & Central Asia , The Americas

Comitê Internacional da Cruz Vermelha anuncia vencedores do Prêmio de Jornalismo Humanitário em São Paulo Press Release

This story is not available in English
POR


Documentário exibido pela GloboNews, especial multimídia da Folha de S.Paulo e reportagem especial da revista Época são os finalistas; cerimônia de premiação será aberta ao público e terá roda de conversa com os jornalistas

São Paulo/CICV - O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), organização internacional com mais de 150 anos de história, entrega o Prêmio CICV de Cobertura Humanitária Internacional na próxima quarta-feira (25) em São Paulo. Esta é a primeira edição desta iniciativa, que promove mais conteúdo jornalístico na imprensa brasileira com foco nas vítimas de conflitos armados e situações de violência no mundo.

A roda de conversa com os finalistas e a cerimônia de premiação serão realizadas às 19h no auditório da Biblioteca Latino-Americana Victor Civita do Memorial da América Latina, em São Paulo. O evento é aberto ao público.

"Como trabalhador humanitário que já esteve em vários contextos de guerra e de violência no mundo, sei o quanto é relevante o papel da imprensa nesses locais e como reportagens bem apuradas são importantes para a sociedade. É uma satisfação apoiar a produção de mais conteúdo jornalístico que coloque as vítimas, isto é, o ser humano, em primeiro plano", afirma o chefe da Delegação do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Lorenzo Caraffi.

Nesta primeira edição, foram inscritos mais de 50 trabalhos de meios de comunicação multimídia, impressos ou de radiodifusão. O corpo de jurados foi composto pela coordenadora de relações com a imprensa de Médicos Sem Fronteiras (MSF), Claudia Antunes, a jornalista da agência Associated Press, Cristiana Mesquita, com ampla experiência em cobertura de conflitos armados, a coordenadora de comunicação do CICV, Sandra Lefcovich, e a professora e pesquisadora Zélia Leal Adghirni, que antes da academia atuou como correspondente internacional.

"Jornalistas que conseguem traduzir com emoção e sensibilidade o drama dos povos aflitos, dentro de um alto padrão de qualidade profissional, pelo texto, pela palavra ou pela imagem, merecem o devido reconhecimento", observa Zélia Leal Adghirni. "Não foi uma escolha fácil, já que entre os trabalhos que concorreram havia vários de muito boa qualidade", explica Cláudia Antunes, que acrescenta: "É um alento saber que há espaço na imprensa brasileira para a cobertura internacional de qualidade, e espero que o prêmio do CICV funcione como um estímulo a mais."

Já Sandra Lefcovich considera que é muito importante ver a imprensa aproximar o público brasileiro do sofrimento das vítimas de conflitos armados e de violência no mundo. "Com o prêmio, tivemos um panorama da produção jornalística em temas humanitários internacionais. Há boas surpresas. Nosso propósito é fomentar ainda mais essa cobertura mais humana", conclui a jurada.

Finalistas

Os três trabalhos mais bem classificados segundo o crivo do júri foram o documentário Filhos de Ruanda (GloboNews), o especial multimídia Um mundo de muros (Folha de S.Paulo)* e a reportagem especial Vidas intermitentes no deserto (Época).

Os representantes dos trabalhos finalistas participarão de uma roda de conversa mediada pelo jornalista Aldo Quiroga, onde trocarão experiências sobre a cobertura jornalística de temas humanitários e responderão às perguntas do público.

O primeiro colocado terá a oportunidade de visitar uma região na qual o CICV atua. Nesta edição houve apenas uma categoria de premiação - no qual puderam ser inscritas reportagens produzidas para qualquer meio de comunicação (impresso, televisão, rádio ou multimídia).

Serviço
Evento: Cerimônia de Entrega do Prêmio CICV de Cobertura Humanitária Internacional
Local: Auditório da Biblioteca Latino-Americana Victor Civita do Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda - São Paulo/SP)
Horário: 19h

Mais informações
Diogo Alcântara, CICV Brasília, T: 61 3106-2384 C: 61 98248-7600 dalcantara@icrc.org

*O especial é uma série de reportagens publicadas entre junho e setembro de 2017. Como o regulamento do Prêmio CICV de Cobertura Humanitária Internacional estabeleceu que seriam avaliadas apenas reportagens publicadas até 31 de julho de 2017, a série foi avaliada parcialmente, isto é, apenas as reportagens publicadas até esta data.

More Related News